Presidente Jair Bolsonaro
Agência Brasil

Presidente Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro está gastando a caneta para eleger o amigo de longa data Arthur Lira (PP-AL) presidente da Câmara dos Deputados. Apoiado por dez partidos, Lira tem ligado para 15 deputados por dia, para confirmar votos ou pedir.

Baleia Rossi (MDB-SP) é o nome de Michel Temer – padrinho de Rodrigo Maia (DEM-RJ) no cargo atual. Foi Temer quem fez Maia, e foi ao ex-presidente que o deputado recorreu agora na tentativa de articular uma grande frente suprapartidária contra Bolsonaro.

Caso Baleia seja eleito, a vitória é de Temer e do MDB, e um risco para Bolsonaro, que terá de negociar dobrado suas pautas e pode ver o fim de seu mandato em 2022 amarrado a tratativas num Congresso que vai dificultar a agenda do Palácio do Planalto.

O MDB vai exigir o Ministério da Saúde para o partido, na figura do deputado Osmar Terra (RS). Esse será o preço do apoio em 2021, com Baleia eleito na Câmara ou não.

Incoerência

A ala bolsonarista na Câmara acusa o MDB de “incoerência” interna. Deputados dizem que não dá para ser governo no Senado (com dois líderes) e “oposição” na Câmara – com a candidatura do presidente nacional do partido apoiada pelo bloco de esquerda.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários