mendes
Agência Brasil
ministro Gilmar Mendes

A canetada do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, suspendendo a investigação da operação ‘E$quema S’ alivia para advogados ligados a ministros do Judiciário e  de diferentes frentes políticas: de Frederick Wassef, advogado dos Bolsonaro, a Cristiano Zanin, o defensor de Lula da Silva.

Mas a liminar irritou profundamente, mais uma vez, a Polícia Federal – que vê todo o trabalho de meses, com evidências sob delação de Orlando Diniz (ex-Fecomércio), numa gaveta.

    Veja Também

      Mostrar mais