Prestação de contas
FRK Advogados
Prestação de contas

O clima anda tenso na turma da pesquisa. A direção do Conselho Nacional das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa Científica e Tecnológica (CONFIES) dialoga com o TCU para tentar reduzir danos às 70 associadas, causados pela reabertura de prestação de contas antigas com a Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), vinculada ao Ministério de Ciência e Tecnologia. São 1,6 mil convênios realizados de 1991 a 2007.

O CONFIES alega que isso vai prejudicar fundações que seguiram regras de prestação de contas daquela época, e agora terão de buscar notas fiscais desde 1991. Critica que a FINEP montou estrutura técnica que custou R$ 8 milhões, bancados pelo Tesouro, para comprovar, numa amostra de R$ 600 milhões, pouco mais de R$ 130 mil em gastos das entidades.

Procurada pela reportagem ontem a assessoria da Finep ainda não se posicionou.

    Veja Também

      Mostrar mais