PF
Agência Brasil
PF

A Federação Nacional de Policiais Federais vai reclamar mais atenção para agentes no iminente concurso para a PF, que está no prelo no Ministério da Justiça.

O presidente da FENAPEF, Luís Boudens, diz à Coluna que a entidade vai protocolar pedido para um “processo de correção da proporção interna dos cargos”. Segundo Boudens, “há uma quantidade muito grande de delegados em detrimento da quantidade de agentes, peritos, escrivães e principalmente servidores administrativos”.


Já Edivandir Paiva, presidente da Associação Nacional dos Delegados Federais, lembra que o número de vagas para delegados está dentro da necessidade da PF, “de acordo com a proporção em relação às outras carreiras policiais”.

“Considerando que uma equipe costuma ter um delegado, um escrivão e pelos menos dois agentes, não há qualquer tipo de desproporcionalidade”, argumenta Paiva.

Boudens ressalta o déficit na corporação e aponta que “as fronteiras, portos e aeroportos demandam mais agentes para fiscalização”.

    Veja Também

      Mostrar mais