Maia e Guedes
Agência Brasil
Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia e o ministro da Economia, Paulo Guedes

Há décadas a reforma tributária é o grande desafio de todo Governo, por falta de acordo entre Estados, União e representantes de setores da economia – e não é diferente agora. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, tem sido calo no sapato de Paulo Guedes sobre o projeto.

Maia tem simpatia pela proposta dos industriais da Confederação Nacional da Indústria (CNI), mas quem ouve as lamúrias do setor de serviços e comércio (Confederação Nacional do Comércio)  – que segura 70% do PIB (!) e não está sendo atendido à altura, reclamam – é o ministro da Economia.

Ontem, dirigentes do setor de serviços realizaram duas reuniões para tratar do tema. Com o consultor e economista Marcos Cintra, e com o deputado Agnaldo Ribeiro (Progressistas-PB), o relator da proposta na Casa.

    Veja Também

      Mostrar mais