pandemia
Agência Brasil
Equipamentos hospitalares

O Governo brasileiro listou materiais e equipamentos proibidos de exportação diante da pandemia, no Decreto 10.407, reforçando o que o presidente Bolsonaro já decidira meses atrás. São produtos médicos, hospitalares e de higiene essenciais ao combate, “enquanto perdurar a emergência em saúde pública de importância nacional”.

Indústrias brasileiras estão proibidas de exportar – e devem dar preferência ao mercado nacional – de luvas e máscaras (de todo tipo de material), vestuário e óculos de proteção hospitalar, ventiladores pulmonares e até camas hospitalares.

    Veja Também

      Mostrar mais