Macapá
Coluna Esplanada

Macapá - AP

Desembarcou ontem em Macapá, em duas aeronaves da FAB, uma Força nacional do SUS, com 180 profissionais da área de saúde –médicos, enfermeiros e auxiliares.

O grupo levou 12 toneladas de insumos para combate ao Covid-19 na capital e interior. A situação é crítica no Amapá. Há relatos de que os hospitais da capital não têm nem sedativo, e médicos são forçados a entubar pacientes acordados.

O envio da força-tarefa foi articulação do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, natural do Estado, com o Ministério da Saúde.

Há uma preocupação também com a fronteira com a Guiana Francesa – que já fechou sua alfândega há dois meses, evitando entrada de brasileiros. Mas do lado de Oiapóque, a ponte tem guaritas sem as devidas barreiras sanitárias, contam moradores, e os fiscais – quando há – apenas pedem o passaporte dos estrangeiros.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários