Bolsonaro e Onyx
Agência Brasil

Ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni e Presidente Jair Bolsonaro

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, trocou os pés no compasso da ambição eleitoral ao soltar que poderia antecipar a segunda parcela do auxílio emergencial. Foi desautorizado por Bolsonaro.

Milhões de brasileiros ainda nem receberam porque estão com ‘processo em análise’. Ontem (veja imagem no nosso Twitter) o app Caixa Tem, para quem não possui conta no banco e precisa do auxílio, não funcionava.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários