Câmara
Agência Brasil
Câmara dos Deputados

Aprovada em dois turnos e a toque de caixa no Senado, a PEC Paralela da Previdência estacionou na Câmara dos Deputados. A proposta permite que Estados, Distrito Federal e municípios adotem em seus regimes próprios as mesmas regras definidas pela União para a aposentadoria dos servidores.

A bancada ruralista atua para barrar o texto que prevê a cobrança da contribuição previdenciária do agro para quem exporta de forma direta. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, também é crítico à tributação. A PEC segue parada na Comissão de Constituição e Justiça desde novembro do ano passado.

    Veja Também

      Mostrar mais