Ministério fantasma
Metrópoles

Ministério fantasma

Abandonado desde 2015, o ministério que abrigava o Comando do Exército e consome dos cofres públicos cerca de R$ 100 mil por mês, segue sem previsão de reforma. Procurada pela Coluna, a Secretaria de Patrimônio da União (SPU), vinculada ao Ministério da Economia, posiciona que o edifício foi entregue ao Ministério da Saúde.

A reforma deverá custar mais de R$ 100 milhões de reais. Já foram gastos cerca de R$ 6 milhões na manutenção do prédio desde que foi desocupado pelo Exército.   

Sem prever data, o Ministério da Saúde se limita a informar que iniciou as tratativas e estudos necessários à viabilização da reforma, “o que inclui o dimensionamento do projeto e de custos”.

Enquanto o prédio segue abandonado e sem previsão de ser reativado, a União desembolsa milhões de reais por ano em aluguel de prédios para abrigar órgãos.   

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários