Bispo Abner Ferreira
Divulgação
Bispo Abner Ferreira

Há uma tecnologia em contínua expansão nos dias de hoje. No mundo já existem muitos dispositivos de segurança que podem ser instalados nos automóveis. Estes vão controlar, cada dia mais, não apenas o comportamento dos veículos, por meio dos recursos de controle de chassi (como controle de estabilidade e freios de emergência), mas também o comportamento do motorista, porque existem sistemas sensíveis e inteligentes para monitorar as atitudes do condutor, alertando sobre as condutas incorretas, tais como lidar com o celular enquanto dirige.

Estamos diante de uma infinidade de opções tecnológicas que chegaram para facilitar a vida de todo mundo que vive nesse contexto contemporâneo e acelerado. Opções que vão desde a cápsula mágica para se ter um delicioso café em dois minutos até os novos carros que dirigem sozinhos, recentemente apresentados ao mundo.

Isso é bom ou ruim? Isto é excelente! A inteligência que Deus dá aos homens nos dá a oportunidade de desfrutar de muitas praticidades. E não é só isso, além de usufruir das tecnologias, se quisermos aproveitar com intensidade as praticidades que a vida nos oferece, também precisamos desenvolver algumas características no comportamento.

Em primeiro lugar, as pessoas práticas, em geral, costumam ter uma atitude positiva diante das adversidades da vida. Isto faz delas pessoas focadas em seus objetivos. São diretas, claras e concisas, sabem o que querem, e para isso traçam metas e estratégias simples.

A pessoa prática tem domínio dos seus pensamentos e calcula suas decisões e atitudes de forma a minimizar tempo e esforço para atingir seu propósito. Para a pessoa prática é importante alcançar o resultado de maneira direta, sem rodeios, pois ela está focada na meta.

É verdade que algumas dessas pessoas podem se desvirtuar não levando em consideração os meios utilizados para alcançar seus resultados. Mas isto é uma exceção. A maioria das pessoas práticas age com ética, respeitando os limites do outro.

Também faz parte das suas características ser destemida, no sentido de assumir riscos, pois sabe que se arriscar faz parte do processo. Caso contrário, nunca saberá se os planos estratégicos terão êxito.

As pessoas práticas, quando erram, usa os erros como aprendizado, se dispondo a ajustar seu planejamento de modo para não voltarem a cometer os mesmos erros. As pessoas práticas são decididas e realistas, encaram a realidade, sem, contudo, deixar de sonhar e se empenhar para tornar seus sonhos reais.

As pessoas práticas não se deixam intimidar ou abater pela opinião alheia. As pessoas práticas não procrastinam nada, estabelecem sua lista de prioridades de forma a minimizar custo e tempo. As pessoas práticas são disciplinadas e determinadas, não baixam a guarda enquanto o alvo não for alcançado.

Um grande exemplo de pessoas práticas encontramos em NEEMIAS. Foi exatamente isto que fez Neemias (lembrei-me dele enquanto escrevia o texto). Neemias foi o homem que reconstruiu os muros de Jerusalém em menos de dois meses, em 52 dias exatamente (Ne 6.15). “Acabou-se, pois, o muro aos vinte e cinco de elul, em cinquenta e dois dias”.

Ser uma pessoa prática não quer dizer que tenha todos os problemas resolvidos em tempo recorde. A pessoa prática é alguém que foca nas soluções, que avalia as opções e opta pela mais assertiva. Pense nisso!

Bispo Abner Ferreira

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários