Bispo Abner Ferreira
Divulgação
Bispo Abner Ferreira

Quanto menos informação o invejoso tiver sobre você, melhor. Um dos piores sentimentos que um ser humano pode sentir é a inveja. O invejoso sente um desejo irrefreável de possuir o que é do outro. É alguém que sente desgosto da felicidade alheia.

Infelizmente não é só nos filmes que existem invejosos. Com a descrição acima, eu tenho certeza que não foi difícil lembrar de alguém do seu convívio que já demostrou inveja. E por que será que as pessoas agem assim?
Existe uma teoria criada pelo psicólogo norte-americano Maslow, que classifica as necessidades humanas em cinco níveis, na chamada "Pirâmide das Necessidades". Na base estão as necessidades fisiológicas e depois de segurança. Acima estão as necessidades sociais, depois de autoestima, e no topo a autorrealização.

A pirâmide foi desenvolvida para determinar o conjunto de condições necessárias para que uma pessoa atinja a satisfação pessoal ou profissional. É possível associar a pirâmide de Maslow à inveja, porque os níveis de insatisfação de uma pessoa podem estar diretamente ligados ao nível de necessidade que ela atingiu.

Por exemplo, uma pessoa mora em um cubículo desconfortável e outra do seu convívio em uma casa grande confortável. Os estudiosos explicam que a necessidade fisiológica de conquistar algo que proporcione mais conforto pode despertar a inveja. No caso da autoestima, alguém pode invejar aquela pessoa que é bem sucedida e aceita em círculos sociais dos quais gostaria de fazer parte.

O fato é a inveja não beneficia ninguém e é um sentimento que precisa ser trabalhado para não se tornar algo maior. O primeiro passo é identificar um pensamento invejoso e aceitar que se trata de inveja. Depois é importante a autoaceitação, entenda que você não é perfeito, tem limitações e dificuldades das quais pretende mudar.

Foque mais no seu potencial e gaste menos tempo na comparação com os outros. Se é você o invejado, preste atenção nos seguintes sinais para identificar invejosos que convivem com você: são pessoas competitivas e querem sempre estar à frente, quase nunca elogiam, têm prazer nas críticas e subestimam as conquistas dos outros.

Como agir com elas, sem precisar se afastar ou ignorar? Simples, não fale da sua vida pessoal e profissional com ela. Evite conversas profundas sobre a sua vida, não fale de conquistas, desejos e realizações. Quanto menos informação ela tem sobre você, melhor.

O problema da inveja é antigo e a Bíblia fala sobre esse tipo de comportamento. "Onde há inveja, há a ambição egoísta, aí há confusão e toda espécie de males" (Tiago 3.16). "Não sejamos presunçosos provocando uns aos outros e tendo inveja uns dos outros" (Gálatas 5.26).

A inveja é um sentimento maligno que se não for contido tende a piorar. A pessoa começa querendo o que não tem, passa a querer o que é do outro, e por último torce para que o outro perca o que possui. Não caia nessa armadilha que só atrasa a sua vida.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários