Bispo Abner Ferreira
Bispo Abner Ferreira
Bispo Abner Ferreira

Será que podemos identificar pessoas valiosas apenas pela observação de seu rosto? Será isso possível? O que mais identificam estas pessoas valiosas? Seu sorriso? Seus olhos? Sua fala? Ou algo mais?

A identificação de uma face pode ser feita por um sistema que utiliza algoritmos e softwares que mapeiam padrões dos rostos das pessoas. O rosto humano, mesmo com variações de pessoa para pessoa, possui uma composição básica, que nunca se altera, que é lida pelos aplicativos como pontos em comum, que podem variar de acordo com a complexidade do sistema adotado.

Os rostos são observados por suas formas geométricas e algorítmicas; então estas informações são montadas como um quebra-cabeça. Todos os sistemas de reconhecimento possuem o mesmo princípio; observando os seguintes detalhes: os dois olhos e a distância entre eles, o nariz e seu comprimento, a boca, as bochechas e o queixo, delimitando o formato da face e o espaço ocupado por ela.

Mas, embora bem complexo, este sistema não identifica pessoas valiosas.

Pessoas valiosas são identificadas no dia a dia, na convivência que se tem com elas, na observação de seus feitos, no seu caminhar, nas suas atitudes.

A Sunamita reconheceu o profeta Elizeu: “Eis que tenho observado que este homem que passa sempre por nós é um santo homem de Deus” (II Rs 4.9), e comunicou isso ao marido dela. Ele era uma pessoa valiosa: Procurou recompensá-la por sua hospedagem, e mostrou-se grato por sua atitude. Ela comprovou suas observações quando o hospedou em casa.

Você viu?

Pedro foi reconhecido por sua fala: “...a tua fala te denuncia” (Mt 26.73b). Embora quisesse parecer outra pessoa, não conseguiu disfarçar a pessoa valiosa que era: Discípulo de Jesus.

Pessoas valiosas estendem as mãos para levantar quem está caído.

Assim fez o homem a quem Jesus destacou na parábola do Bom Samaritano (Lc 10.25-37): Ele estendeu suas mãos para o homem ferido na estrada. Com certeza, este homem é uma pessoa valiosa, assim como Pedro e Eliseu. Cada um a seu modo de ser, cuja valiosidade foram medidas por quem ele ajudou, e por quem os observou também.

Assim, fica comprovado que pessoas valiosas são reconhecidas de perto, mesmo com alterações na fala, ou movimentando sua face, ou se tenta disfarçar quem realmente é – elas não conseguem. As pessoas valiosas são caríssimas, porque seu valor excede toda a importância que se possa pagar.

São valiosas para mim e para você, porque estão perto, ajudam-nos a levantar; se caímos, estendem suas mãos; se fracassamos, motivam-nos; se adoecemos, cuidam de nós com alimentos, com remédios, com amor e carinho.

Pessoas valiosas verbalizam as palavras certas, que nos sacodem e nos faz permanecer de pé.

Até a próxima!

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários