A tropa governista do presidente Michel Temer no Congresso já tem alvo certo: o ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato e hoje o maior algoz de Temer.

Há esboço de requerimento para convocar Fachin a se explicar na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. Os deputados querem saber se ele pediu ajuda à JBS para convencer congressistas a aprovarem seu nome na sabatina no Senado, quando foi indicado pela presidente Dilma Rousseff para a vaga.

Há informações nos gabinetes da Câmara de que Fachin pediu ao diretor da JBS, Ricardo Saud, ajuda junto a senadores para a sabatina. Saud hoje é delator na Lava Jato.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários