undefined
Welington Pedro de Oliveira/ Fotos Públicas
MPs autorizam a comercialização de terras, o corte raso da vegetação, pecuária e mineração em 598 mil hectares

Grileiros e garimpeiros comemoraram a aprovação pelo Senado das medidas provisórias  756/16 e 758/16, que autorizam a comercialização de terras privadas, o corte raso da vegetação, pecuária e mineração em 598 mil hectares – quatro vezes a cidade de SP – em Unidades de Conservação no Sul do Pará.

O caso revoltou senadores da oposição que representam ambientalistas.

“É um dos mais graves crimes contra o meio ambiente no País. É um acinte organizado pelo Governo atendendo a alguns setores econômicos”, resume o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

O colega João Capiberibe (PSB-AP) faz coro: “Essas medidas contrariam os princípios assumidos pelo Brasil em relação ao clima e à biodiversidade”.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários