Assim que ouviu o áudio da conversa com o empresário Joesley Batista, da JBS, o presidente Michel Temer decidiu pedir à Polícia Federal para fazer uma perícia, mas os jornais se anteciparam.

undefined
Marcos Corrêa/PR
Temer se disse surpreso com a atitude da PGR que enviou o áudio para o STF sem perícia


Ele tem certeza de que houve edições porque faltaram na gravação trechos do diálogo, segundo interlocutores.

“Estranho, me lembro que havia sido falado família, que ajudava a família (de Cunha), e tenho convicção, e isso não está no áudio”, disse Temer aos ministros palacianos.

O presidente também se disse surpreso com a atitude da Procuradoria Geral da República, que enviou o áudio para o STF sem perícia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários