undefined
Divulgação
Em análise sobre financiamentos, TCU apontou que banco estatal usou critérios inconsistentes para apoiar o Grupo JBS

O Tribunal de Contas da União promove um pente-fino nas operações do BNDES dos últimos anos.

Em recentes decisões, o Tribunal apontou que o banco utilizou critérios falhos e inconsistentes para apoiar financeiramente o Grupo JBS na aquisição da empresa norte-americana Swift; também detectou irregularidades nos repasses para a Fundação de Assistência e Previdência Social do BNDES (Fapes), entre outras investigações em andamento.

Leia também: A volta de Dirceu: ex-ministro procura casa em Brasília

 O TCU também aprovou a devolução de R$ 100 bilhões do Banco ao Tesouro Nacional.

Enquanto isso, a Comissão de Constituição e Justiça do Senado ignora projeto que pede o fim do sigilo bancário nas operações do BNDES.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários