A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, colocou à disposição do ministro Edson Fachin, relator, um grupo de servidores para agilizar a análise dos pedidos de investigação de políticos citados nas delações da Odebrecht cuja lista deve ser entregue nesta terça-feira (14).

Leia também: Lula se diz "vítima de massacre" e nega ter tentado obstruir Lava Jato

A expectativa é de que o relator da Lava Jato na Suprema Corte acate as recomendações de Janot em no máximo dez dias.

undefined
Carlos Humberto/SCO/STF - 23.6.16
Ministro do STF Edson Fachin deve acatar as recomendações de Janot em no máximo dez dias


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários