undefined
Pedro França/Agência Senado
"Se entrar alguém que quer aparecer, dará confusão", diz senador João Alberto sobre presidência do Conselho de Ética

Depois de cinco anos à frente do Conselho de Ética do Senado, o senador João Alberto (PMDB-MA) afirma estar disposto a seguir à frente do colegiado responsável por analisar denúncias contra parlamentares da Casa.

“Já fui procurado inclusive por outros partidos. Se entrar alguém que quer aparecer, dará confusão”, brada, mandando recado para senadores que classifica denuncistas.

LEIA TAMBÉM: Brasil tem média de 20 acidentes aéreos por mês, aponta Cenipa

 “E comigo tem que ter provas, não vale recorte de jornal”, afirma o senador sobre seu critério de avaliação das denúncias contra colegas.

A animosidade nas palavras do senador esconde uma acirrada disputa interna no PMDB. Os senadores Simone Tebet (MS) e Raimundo Lyra também pleiteiam a vaga de presidente.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários