Tamanho do texto

Cantora tem seis trabalhos solos, um DVD e já foi indicada ao Grammy Latino

Animada, de bem com a vida e cheia de suingue. Dos 5 aos 7 anos, Paula Lima estudou em uma escola primária pública para funcionários públicos. “Adorava estudar. No colégio São José, onde estudei até a 8ª série (atual ensino fundamental), sempre fui uma das melhores alunas. Era a única negra dos 800 alunos e sempre tive o meu espaço e o respeito dos amigos e colegas”, recorda.

Leia também: Modelos negras brilham na passarela do Victoria’s Secret Fashion Show

Paula Lima
Divulgação
Paula Lima

A música está presente na vida de Paula Lima desde pequena. Ela recorda ouvir Ray Charles, Ray Conniff, El Cubanito, Simonal, Martinho da Vila e Alcione junto com o pai. “Eu adorava fazer a escada do sobrado de palco, a escova de cabelo de microfone, pegava um tamanco da minha mãe e dava um show”, lembra.

Leia também: Leia também: Miss Universo. Brasileira está entre as dez mulheres mais bonitas do mundo

O tempo passou e hoje Paula Lima tem seis trabalhos solos e um DVD e já foi indicada ao Grammy Latino. A diva já levou seu ritmo para o exterior. “Cantei em Paris, Cannes, Amsterdã, Tunísia, Portugal, Angola, África do Sul, Guiana Francesa e Japão, onde tenho um público cativo”, orgulha-se a diva Paula Lima.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.