Peixe não conseguem sobreviver em água contaminada com cinzas
Luke Pearce
Peixe não conseguem sobreviver em água contaminada com cinzas


Os incêndios devastadores que atingiram a Austrália continuam causando consequências preocupantes para o meio ambiente do país. Na região de Nova Gales do Sul, uma das mais atingidas, o rio Mannus está com a coloração muito escura, praticamente preta, em razão das cinzas que foram espalhadas pelas tempestades dos últimos dias.

O cenário é desesperador para os peixes macquaria australasica, espécie ameaçada que habita o local. Gerente de pesca no Departamento de Indústrias Primárias de Nova Gales do Sul, Luke Pearce relatou ao The Guardian que conseguiu salvar nove desses peixes, quantidade considerada longe do ideal para se criar esperanças.

“Era uma grande quantidade de água preta caindo. A água já estava muito ruim no início, mas passou de ver para preto”, relembra Pearce. “Foi um momento de completo desespero e, realmente, um sentimento de oportunidade perdida. Talvez, se  chegássemos lá quatro ou cino horas antes, pudéssemos ter conseguido salvar um ou dois a mais”, completa.

Rio australiano ficou com as águas da cor preta
Luke Pearce
Rio australiano ficou com as águas da cor preta


Golpe triplo

Os cientistas classificam o que houve com o rio Mannus como “golpe triplo”. Depois dos incêndios, vieram as tempestades, e com elas as cinzas e lodo ganharam consistência dentro das águas, roubando o oxigênio dos peixes.

“Assistindo esses níveis de oxigênio caíram dessa maneira eu tenho grande temo de que existe a chance de perdermos todos os peixes do ecossistema. Foi devastador ter trabalhado por aqui por tanto tempo para, então, potencialmente perder tudo”, lamenta Pearce.

    Veja Também

      Mostrar mais