Bolsonaro
José Dias/PR
Bolsonaro durante em Tóquio, no Japão

O presidente Jair Bolsonaro associou a ONG Greenpeace ao derramamento de óleo nas praias do Nordeste. Em conversa com jornalistas na China, o presidente afirmou que trata-se de um "ato terrorista". 

Leia também: Greenpeace diz que vai processar Salles por acusações de vazamento de óleo

"Para mim isso é um ato terrorista. Para mim, esse Greenpeace só nos atrapalha", afirmou Bolsonaro ao ser questionado sobre os comentários do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. 

Em sua conta do Twitter, o ministro havia  publicado uma foto de um navio do Greenpeace associando a ONG ao derramamento de óleo. "Tem umas coincidências na vida né... Parece que o navio do #greenpixe estava justamente navegando em águas internacionais, em frente ao litoral brasileiro bem na época do derramamento de óleo venezuelano…", escreveu. No entanto, a imagem é de 2016 e foi tirada no oceano Índico. 

Bolsonaro afirmou ainda que pretende conversar com Salles sobre o tema e reiterou: "O Greenpeace não nos ajuda em nada". 



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários