Superintendente do Ibama no Pará é exonerado
Reprodução
Superintendente do Ibama no Pará é exonerado


O Ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles assinou nesta terça-feira (10) a exoneração de Evandro da Cunha dos Santos, superintendente do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente) no Pará. O coronel alegou que tinha ordens para suspender a queima das máquinas flagradas pelo órgão.

Leia também: Cerrado, segundo maior bioma da América do Sul, ainda é pouco preservado

Na audiência pública que aconteceu nesta segunda-feira (9) no município de Altamira (PA), o superintendente relatou que recebeu ordem para parar as máquinas que são flagradas pela fiscalização do Ibama , cometendo crimes ambientais na Amazônia.

A declaração de Evandro Cunha causou um impacto enorme colocando em risco os fiscais do órgão público que atuam na área, já que o município de Altamira , sobretudo na terra indígena Ituna/Itatá, tem o maior número de desmatamento e núcleos de incêndio do País.

Leia também: Ibama corta 22% das ações de fiscalização previstas para 2019, diz levantamento

O coronel tinha sido nomeado no último dia 2 de setembro, e após uma semana já perdeu a confiança do governo Bolsonaro. Sua exoneração do Ibama foi publicada nessa quarta-feira (11) no Diário Oficial da União.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários