Tamanho do texto

Limpeza começa e meta para retomada da vida aquática é de até 2 anos e meio

barco navega no rio pinheiros arrow-options
Divulgação
Meta para despoluição é até 2022, diz Sabesp

A melhoria na qualidade da água na Bacia do Rio Pinheiros dá os primeiros passos. Nesta fase, a expectativa é de que pelo menos 173 mil moradores sejam impactados pela limpeza do córrego Zavuvus, na Zona Sul de São Paulo. Com 7,6 km de extensão, o córrego deságua no rio Jurubatuba, um dos canais do Pinheiros. Entre os efeitos mais aguardados da limpeza está a retomada da vida aquática, que - de acordo com informações da Sabesp - deve voltar a existir em até dois anos e meio no local. 

Atualmente, a obra de despoluição do Zavuvus está na fase da licitação. O investimento será de R$ 85 milhões, podendo atingir um valor até R$9 milhões mais alto, a depender do desempenho da empresa. Considerado novidade, o modelo de contrato por performance busca uma espécie de garantia no serviço, conforme afirma a assessoria de imprensa da Sabesp. “Com esse modelo, a empresa fica responsável por todas as obras de ampliação e adequação do sistema de esgoto e sua remuneração depende do resultado. Quanto mais limpa ficar a água, maior será a compensação financeira”, diz.

Leia também: Rios - São paulo tem potencial para ser uma das melhores capitais do mundo

Entre as metas para o projeto estão atividades educativas que buscam o engajamento da população. No Zavuvus, a ação  será nas proxumidades da Estação Jurubatuba da CPTM, onde  haveráespaços lúdicos, palestras com temas ambientais e mostras sobre o andamento e o legado da obra.

Despoluição beneficiará 25 córregos

Além dos Zavuvus, outros 24 córregos receberão as obras de despoluição da Bacia. Entre as localidades afetadas pelas obras, estão ocupações irregulares, que representam um desafio por, em geral, estarem em áreas sem qualquer planejamento urbano. Nesses casos, a empresa de saneamento afirma estudar a possibilidade estações especiais que tratam a vazão do esgoto no próprio curso d’água.

Os outros córregos que estão no programa são: Jaguaré, Vila Hamburguesa, Pirajussara, Boaçava, Jockey/Cidade Jardim, Bellini, Morumbi, Alto De Pinheiros, Cachoeira/Morro do S, Corujas, Ponte Baixa, Rebouças, Socorro, 9 de Julho, Sapateiro, Uberaba, Traição, Água Espraiada, Cordeiro, Chácara Santo Antônio, Pouso Alegre, Santo Amaro, Poli e Pedreira.