O teste de cera pode ser feito em casa sem supervisão médica
Shotshop GmbH/Alamy
O teste de cera pode ser feito em casa sem supervisão médica


Um teste, que usa cera de ouvido para medir os níveis do hormônio do estresse , pode "transformar o diagnóstico e o tratamento de milhões de pessoas com depressão ou condições relacionadas ao estresse", afirmam cientistas da Instituto de Neurociência Cognitiva da University College London, no Reino Unido. O estudo foi publicado na revista científica Heliyon.


Os pesquisadores acreditam que o exame, que pode ser feito em casa sem supervisão médica , também pode ter o potencial de medir a glicose ou os anticorpos contra a Covid-19 que se acumulam na cera do ouvido.

Eles dizem que o método é uma forma barata e eficaz de medir os níveis crônicos de cortisol, quando comparado com outros. E, embora os testes de sangue, urina e saliva possam ser usados, o pesquisador principal do estudo, Andres Herane-Vives afirma que essas amostras só podiam rastrear níveis de curto prazo, em vez de níveis crônicos de cortisol .

Você viu?

"A amostragem de cortisol é notoriamente difícil, pois os níveis do hormônio podem flutuar, então uma amostra pode não ser um reflexo preciso dos níveis crônicos de uma pessoa. Além disso, os próprios métodos de amostragem podem induzir estresse e influenciar os resultados. Mas os níveis de cortisol na cera do ouvido parecem ser mais estáveis ​​e, com nosso novo dispositivo, é fácil pegar uma amostra e testá-la de forma rápida, barata e eficaz."

O dispositivo desenvolvido por sua equipe se assemelha a um cotonete, mas tem um freio para impedir que penetre muito no ouvido e cause danos . E a ponta contém material orgânico, com uma solução testada para ser a mais eficaz e confiável na coleta de amostras.

O estudo piloto envolveu uma equipe de pesquisadores do Reino Unido, Chile e Alemanha, que recrutou 37 participantes do estudo para comparar diferentes técnicas de amostragem de cortisol. Os pesquisadores também analisaram amostras de cabelo e sangue dos mesmos participantes.

As amostras de cera de ouvido revelaram produzir mais cortisol do que as amostras de cabelo, e a técnica de esfregar a orelha foi o método mais rápido e potencialmente mais barato.

Herane-Vives e sua equipe também estão investigando se o dispositivo poderia ser usado para medir os níveis de glicose em amostras de cera de ouvido, para monitorar diabetes e, potencialmente, até mesmo anticorpos contra a Covid-19 .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários