Tamanho do texto

Pesquisadora americana explica que é comum ver tais espaços celestes ‘arrotando’; mas especialistas acham raro isso ocorrer duas vezes seguidas

Buraco negro acorda de sono profundo e 'arrota' duas vezes depois de engolir gás cósmico de galáxia vizinha
Reprodução/NASA, ESA, and J. Comerford of the University of Colorado-Boulder
Buraco negro acorda de sono profundo e 'arrota' duas vezes depois de engolir gás cósmico de galáxia vizinha

Alguns registros divulgados pela  Nasa  (Agência Espacial Norte-Americana) mostraram o momento exato em que um buraco negro despertou no espaço e 'engoliu' alguns planetas, além de uma grande quantidade de gás quente de uma galáxia vizinha. Depois da ‘refeição’, o corpo celeste deu um 'arroto duplo' e caiu em um sono profundo.

Leia também: Sinais de rádio misteriosos podem estar sendo enviados por aliens, diz estudo

Pode parecer bizarro para quem não conhece o comportamento de um buraco negro , porém astrônomos explicam que o fenômeno ocorre quando uma certa quantidade de gás cósmico se aproxima da região, que o suga por sua força gravitacional, liberando energia em formato de ‘arrotos’.

Os especialistas afirmam ainda que o ‘monstro faminto’ acordará depois de um longo período de tempo e voltará a sugar tudo o que está ao seu redor.

Na 231ª reunião da Sociedade Norte-Americana de Astronomia, em Washington, Estados Unidos, a pesquisadora da Universidade do Colorado Boulder, Julia Comeford, brincou que “os buracos negros são comedores vorazes, mas não têm boas maneiras à mesa".

Acontecimento raro

Vale mencionar que os buracos negros "supermassivos", são considerados os maiores e podem ser encontrados nos centros de praticamente todas as grandes galáxias. Essa emissão de raios-x em específico ocorreu na galáxia SDSS J1354 + 1327, e foi capturada pelo telescópio Chandra, da Nasa.

Leia também: Erro no cálculo: astronauta volta atrás e diz que não cresceu 9 cm no espaço

Segundo Comeford, é comum ver esses corpos celestes ‘arrotando’, porém é raro vê-los fazerem isso duas vezes seguidas. Acredita-se que a liberação de energia dupla tenha ocorrido depois que elétrons se desprenderam dos átomos da massa de gás, causando uma explosão de radiação em uma galáxia próxima.

A pesquisadora expõe que normalmente eles costumam seguir o ciclo 'burping and naping' , também conhecido como ‘arroto e soneca’, onde se alimentam, liberam energia uma única vez e dormem.

Leia também: Descoberta da Nasa em Marte pode revelar vestígios de vida extraterrestre; veja

Há possibilidades de que o buraco negro supermassivo localizado no centro do universo desperte algum dia. Mas será que acordará tão faminto a ponto de engolir a Terra ? Julia alega que, no momento, ele está na fase do sono profundo, mas que, com certeza, se alimentará de novo. "Se o corpo celeste de nossa Via Láctea despertar, creio que estamos longe o suficiente para não virarmos o seu ‘café da manhã’. Mas se nosso sistema solar fosse mais próximo, estaríamos fritos", conclui.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.