Tamanho do texto

Por mais que os primeiros indícios do continente tenham sido encontrados em 2013, só agora foi possível confirmar a hipótese através de pesquisa

Ao leste do continente africano, embaixo das Ilhas Maurício, pesquisadores encontraram  restos de crosta continental anciã
Wikimedia Commons
Ao leste do continente africano, embaixo das Ilhas Maurício, pesquisadores encontraram restos de crosta continental anciã

Indícios de um 'continente perdido' foram encontrados no fundo do Oceano Índico, ao leste de Madagascar, na África. A Mauritia, como o continente foi batizado, fica abaixo das Ilhas Maurício e teve seus primeiros sinais descobertos em 2013, mas sua existência só foi confirmada por estudos recentes da Universidade de Witwatersrand, na África do Sul.

LEIA MAIS: Criatura aquática sem ânus pode ser ancestral mais antigo dos humanos

O continente começou a ser formado quando o supercontinente Gondwana se partiu e originou a África, a América do Sul, a Índia, a Antártida e a Austrália, aproximadamente 200 milhões de anos atrás.

"Nossos resultados demonstram a existência de uma crosta continental anciã debaixo das ilhas Maurício", disse o geólogo e professor responsável pela pesquisa, Lewis Ashwal, em relatório publicado pela revista "Nature Communications".

Só foi possível descobrir a existência do continente por causa de cristais de zircônio que foram levados para a superfície pela lava vulcânica. Geólogos afirmam que este tipo de mineral é normalmente encontrado no granito, encontrado nos continentes, que têm rochas mais antigas que os oceanos, surgidos milhares de anos depois.

LEIA MAIS: Cobra é flagrada estrangulando e comendo iguana na Argentina; assista

De acordo com o professor Ashwal, os cristais de zircônio encontrados têm idade entre 2,5 e 3 bilhões de anos. A descoberta contrasta com a idade das rochas do arquipélago das Maurícias, que não são mais velhas que nove milhões de anos.

"O fato de encontrarmos zircônios desta idade prova que existem cristais muito mais antigos debaixo das ilhas Maurício que só poderiam ter sido originadas de um continente", afirmou Ashwal.

O geólogo acredita que a descoberta do continente Mauritia confirma a possibilidade de que haja mais crostas continentais escondidas embaixo de ilhas vulcânicas ao redor do mundo. "Evidências de que crostas continentais podem estar debaixo de ilhas oceânicas vulcânicas estão sendo acumuladas", afirmou.

LEIA MAIS: Cientistas identificam onda gravitacional gigantesca na atmosfera de Vênus

Supercontinentes

Os supercontinentes eram uma massa terrestre composta pelos continentes atuais. No passado, os supercontinentes passaram por distanciamento devido à movimentação das placas tectônicas, dando origem à atual configuração geográfica. Cientistas acreditam que, conforme a deriva continental continua a acontecer, em 250 milhões de anos o planeta pode voltar a ser composto por um único continente.

*Com informações de Ansa Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.