Rodrigo Garcia
Reprodução/Instagram
Rodrigo Garcia

O governador Rodrigo Garcia celebrou a aprovação pelo Senado para que o Estado de São Paulo contrate empréstimos de US$ 629 milhões com garantias da União. Os pedidos foram relatados pelo senador Alexandre Giordano (MDB-SP) e estabelecem a autorização para pedidos de créditos de US$ 550 milhões para a expansão da Linha 2-Verde do Metrô e US$ 79 milhões para projetos de despoluição do rio Tietê.

"A atuação do senador Giordano na defesa de projetos tão importantes para São Paulo foi decisiva para que a Comissão de Assuntos Econômicos aceitasse nossos pedidos", afirmou Rodrigo.

Na proposta para a expansão do Metrô, a comissão do Senado avaliza a contratação de operação de crédito externo entre o Governo de São Paulo e a Corporação Andina de Fomento. Os US$ 550 milhões serão usados na expansão da Linha 2-Verde da Vila Prudente até a Penha, ampliando o atendimento do transporte sobre trilhos na zona leste da capital.

O projeto estadual prevê oito novas estações do Metrô e uma de trens da CPTM, com expansão de pouco mais de oito quilômetros da Linha 2-Verde e transporte de cerca de 1,5 milhão de passageiros por dia -- acréscimo de 380 mil pessoas em relação à atual capacidade do ramal.

A extensão do Metrô até a Penha tem função estratégica para desafogar as Linha 3-Vermelha e 1-Azul, além da Linha 11-Coral da CPTM, beneficiando moradores da zona lesta da capital e também dos municípios de Ferraz de Vasconcelos, Poá, Suzano e Mogi das Cruzes.

A outra proposta avalizada pela comissão do Senado autorizou empréstimo de US$ 79 milhões do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) ao Governo do Estado para financiamento do projeto Renasce Tietê. O dinheiro será usado para obras de recuperação e preservação das várzeas e ampliação da coleta e tratamento de águas poluídas em afluentes na região do Alto Tietê.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários