Equipamentos se enroscaram pouco antes do pouso e os dois caíram de 35 metros
Reprodução
Equipamentos se enroscaram pouco antes do pouso e os dois caíram de 35 metros

Um militar morreu e outro ficou ferido em um acidente com paraquedas na tarde deste sábado (13), em Resende , no Sul Fluminense. O caso aconteceu no Centro de Paraquedismo no Aeroporto do município. A vítima foi identificada como o capitão do Batalhão de Dobragem, Manutenção de Paraquedas e Suprimento pelo Ar (B DOMPSA), Erick Nascimento de Souza, de 35 anos.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, os equipamentos se enroscaram pouco antes do pouso e os dois caíram de uma altura de aproximadamente 35 metros. Em um vídeo divulgado nas redes sociais é possível ver o momento do acidente.

Eles foram levados para o Hospital de Emergência. O capitão, de 35 anos, ficou em estado grave e não resistiu aos ferimentos. Natural de Belém, no Pará, ele trabalhava no Rio de Janeiro desde 2008, quando se formou. Deixa esposa e um filho.

O segundo militar envolvido no acidente foi identificado como o major Fransisco Damião Vieira Neto, da Companhia de Engenharia de Combate Paraquedista. Ele sofreu diversas fraturas, incluindo no fêmur e no tornozelo, e foi submetido a uma cirurgia. O quadro de saúde dele é estável e inspira cuidados por conta da gravidade das lesões.

O Batalhão DOMPSA lamentou o ocorrido e se colocou à disposição dos amigos e familiares. Disse também que a atividade, da qual os militares participavam, era de caráter civil e coordenada pelo Clube de Paraquedismo de Resende, portanto, sem relação com treinamento militar.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários