João de Deus
Agência Brasil
João de Deus foi condenado pela primeira vez

João de Deus foi condenado nesta quinta-feira (19) a 19 anos e quatro meses de prisão por crimes de abusos sexuais cometidos contra quatro mulheres durante seus atendimentos religiosos na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia. Detido há um ano, João de Deus ainda responde a outras 12 denúncias, mas sempre negou todos os crimes.

Esta é a primeira vez que ele é condenado por crimes sexuais e, há um mês, ele foi alvo de outra condenação por posse ilegal de armas de fogo.

A decisão da condenação é assinada pela juíza Rosângela Rodrigues com base em uma denúncia feita pelo Ministério Público. Segundo a magistrada, ficaram comprovados dois casos de violação mediante fraude e dois de estupro de vulnerável.

Leia também: Professor de escola pública é preso por suspeita de estuprar oito alunas

Rosângela afirma, entretanto, que não obrigatoriamente as sentenças vão seguir a ordem cronológica das denúncias.

Como as vítimas são, em grande parte, de outros estados, é preciso que as vítimas sejam ouvidas por meio de cartas precatórias, que podem demorar a chegar. Com isso, os processos nos quais todas as testemunhas já foram ouvidas são julgados primeiro.

    Veja Também

      Mostrar mais