Monique Medeiros em julgamento
FOTO BRUNNO DANTAS-TJRJ
Monique Medeiros em julgamento

A Justiça do Rio concedeu, nesta terça-feira, liberdade a Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, de 4 anos. Ela estava atrás das grades há um ano, desde abril do ano passado, quando também foi preso o ex-vereador Jairo Santos Souza Júnior, o doutor Jairinho, padrasto do menino.

Na decisão, a juíza Elizabeth Machado Louro, da 2ª Vara Criminal, determinou que Monique seja monitorada com tornozeleira eletrônica. Jairinho continuará preso.

Monique também não poderá manter "qualquer comunicação com terceiros - com exceção apenas de familiares e integrantes de sua defesa -, notadamente testemunhas neste processo, seja pessoal, por telefone ou por qualquer recurso de telemática, assim também postagens em redes sociais, quaisquer que sejam elas, sob pena de restabelecimento da ordem prisional". 

Henry de 4 anos morreu no dia 8 de março de 2021 e foi vítima de toturas. Monique e Jairinho respondem por responde por homicídio triplamente qualificado, tortura e coação de testemunhas.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários