TSE pode banir Telegram
O Antagonista
TSE pode banir Telegram

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que as plataformas digitais e provedores de internet adotem mecanismos para suspender a utilização do aplicativo Telegram no Brasil.

Fica estabelecido ainda que quem não obedecer a decisão fica sujeito a multa diária de R$ 100 mil. As empresas estão sendo notificadas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

A deteminação do bloqueio do aplicativo de mensagens ainda está em fase de cumprimento.

A ordem de Moraes foi determinada aos provedores de internet.

O bloqueio do aplicativo foi solicitado pela Polícia Federal, que apontou ao STF o constante descumprimento de ordens judiciais pelo Telegram, como na investigação sobre o blogueiro bolsonarista Allan dos Santos. A PF disse que o aplicativo tem sido utilizado para a prática de diversos crimes, por causa da dificuldade na identificação dos seus usuários.

A decisão do ministro não estabeleceu um prazo de duração para a suspensão do Telegram. Moraes aponta que o aplicativo permanecerá bloqueado até que todas as ordens judiciais determinadas por ele sejam cumpridas, como o fornecimento de dados a respeito dos canais criados por Allan dos Santos e ordens para bloquear perfis de outros bolsonaristas.

Procurado pelo GLOBO, o Telegram não respondeu.

Leia Também

O Telegram não atendeu a decisões judiciais para bloqueio de perfis apontados como disseminadores de informações falsas, entre eles o do blogueiro Allan dos Santos.

Allan dos Santos é investigado no Supremo em dois inquéritos: o que apura a divulgação de fake news e ataques a integrantes da Corte e também o que identificou a atuação de uma milícia digital.

No ano passado, Moraes determinou a prisão do blogueiro, que está nos EUA. Há uma ordem para a extradição dele.

Depois de ter seus canais bloqueados no Telegram, Allan dos Santos criou um perfil reserva, que já conta com milhares de seguidores. Nele, o blogueiro bolsonarista ensina a driblar restrições à rede social e acumula críticas e xingamentos a Moraes.

Em sua primeira mensagem publicada, Santos compartilhou um áudio para comprovar que era ele quem estava por trás do perfil, uma opção em caso de bloqueio dos outros, como de fato aconteceu. “Sejam bem-vindos ao meu canal reserva, pessoal”, disse.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários