Maurinho do Paiol, vereador de Nilópolos
Reprodução
Maurinho do Paiol, vereador de Nilópolos

O vice-presidente da Câmara de Nilópolis, na Baixada Fluminense, foi preso na manhã desta quinta-feira durante a Operação Hoste, com o objetivo de desarticular uma milícia na região. O vereador Mauro Rogério Nascimento de Jesus, o Maurinho do Paiol (PSD), foi detido em casa. Três policiais militares também foram presos, de acordo com o portal G1. A operação é da Polícia Federal com apoio do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ).

Cerca de 150 policiais federais cumprem 19 mandados de prisão preventiva e 29 de busca e apreensão, expedidos pela 1ª Vara Criminal Especializada da Capital, nas cidades do Rio de Janeiro, Nilópolis e Mesquita. Além de atuar em Nilópolis, o grupo criminoso opera em São João de Meriti e no bairro de Anchieta, na capital.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


As investigações apontam que a quadrilha pratica diversos crimes, entre eles a exploração de sinal de tv e internet (serviço irregular conhecido como "gatonet"), a venda ilegal de botijões de gás e o controle do serviço de mototáxi.

Leia Também

O grupo criminoso ainda está envolvido, segundo a investigação, com tráfico de armas e de drogas, tendo vínculo com outros bandos milicianos atuantes na Zona Oeste do Rio, segundo investigadores. A quadrilha mantém relação próxima com a organização criminosa que já foi liderada pelo miliciano Wellington da Silva Braga, o Ecko, morto em 2021, e atualmente liderada pelo seu irmão, Luis Antônio da Silva Braga, o Zinho, utilizando-se de armas de fogo para disseminar o temor e exercer o domínio sobre a população das localidades dominadas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários