Monique Medeiros da Costa e Silva, mãe do menino Henry Borel, deixando Delegacia de Polícia da Barra da Tijuca(16ªDP), após prestar depoimento sobre a morte do menino de 4 anos
Tânia Rêgo/Agência Brasil - 08.04.2021
Monique Medeiros da Costa e Silva, mãe do menino Henry Borel, deixando Delegacia de Polícia da Barra da Tijuca(16ªDP), após prestar depoimento sobre a morte do menino de 4 anos

Duas detentas que dividem cela com Monique Medeiros mudaram as versões apresentadas à Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) sobre uma suposta  prática de atos libidinosos entre a mãe de Henry Borel e o seu advogado. A informação foi divulgada pelo G1 e confirmada pelo DIA.

De acordo com os depoimentos, realizados na segunda-feira (7), as presas Cintia Gomes de Oliveira e Elaine Lessa disseram não ter conhecimento de nenhum caso de envolvimento entre cliente e defesa.

Cintia alegou ter diabetes e sofrer de momentos de descompensação, por isso não consegue se lembrar de nenhum acontecimento sobre o comportamento da colega de cela. Também negou a informação de que Monique foi ameaçada dentro da cela K, do Instituto Penal Oscar Stevenson, em Benfica, na Zona Norte Elaine Lessa disse que só ficou ciente da história durante uma discussão entre a detenta Fernanda 'Bumbum' e a mãe de Henry.

Nesta quarta-feira, a Seap informou que a corregedoria da pasta assumiu a investigação relacionada à interna e que o caso segue sob sigilo. Anteriormente, as investigações estavam por conta da Comissão Técnica de Classificação, responsável por dirigir, orientar, coordenar, controlar, analisar e acompanhar os presos.

Leia Também

Relembre o caso

Detentas que dividem cela com a mãe de Henry disseram que a própria Monique disse ter praticado 'atos libidinosos' com um de seus advogados na cadeia. Uma das mulheres que fez a queixa foi Elaine Lessa, mulher do policial reformado Ronnie Lessa, suspeito de ter matado a vereadora Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes. No entanto, a presa mudou a sua versão.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários