Prédio da Subprefeitura de São Matheus, na zona leste de SP
Divulgação/Descomplica
Prédio da Subprefeitura de São Matheus, na zona leste de SP

A Prefeitura de São Paulo prestará contas das ações realizadas pelas Subprefeituras em 2021 por meio do projeto “Diálogo Aberto”, da Supervisão para Assuntos de Governo Aberto (SAGA) com apoio da Secretaria Municipal das Subprefeituras (SMSUB).

O projeto existe desde 2017 e surgiu como compromisso do 1º Plano de Ação em Governo Aberto (2016-2017), com o objetivo de aproximar a Prefeitura da população. À época, o diagnóstico da Supervisão e das organizações da Sociedade Civil que participaram da elaboração do Plano era que a população desconhecia as ações e serviços que a Prefeitura realizava em cada território e o papel das Subprefeituras na gestão pública municipal.

Por isso, pactuou-se com organizações da Sociedade Civil e com a SMSUB que o projeto aconteceria por meio da publicação de relatórios, um para cada Subprefeitura, seguida de debates presenciais, por meio de audiências públicas, nas quais a população podia fazer perguntas sobre as ações realizadas em cada região.

Em decorrência da pandemia, a segunda parte do projeto foi adaptada e os munícipes poderão fazer as perguntas de forma virtual por meio da plataforma Participe +, entre os dias 22 de fevereiro e 22 de março. Todas as perguntas serão sistematizadas e enviadas às Subprefeituras, que deverão respondê-las até o final de abril. Neste período, a população também poderá deixar a sua opinião sobre o Projeto e como a Prefeitura pode melhorá-lo.

Leia Também

A intenção da equipe, liderada pelo Secretário Executivo de Relações Institucionais João Cury, é aperfeiçoar o projeto e passar a prestar contas também de ações e serviços de diferentes secretarias no município. “Por estarmos na Secretaria de Governo Municipal, enxergamos o que as diversas secretarias fazem cotidianamente para entregar novos equipamentos e serviços para melhorar a vida das pessoas na cidade. Boa parte da população não consegue dedicar tempo para acompanhar tudo que a Prefeitura faz, e muitas vezes não sabe que uma Unidade Básica de Saúde ou um Centro de Educação Infantil, por exemplo, foram implantados na sua região, ou sobre novos serviços que os equipamentos existentes passaram a oferecer”.

A coordenadora da Supervisão para Assuntos de Governo Aberto, Patrícia Marques, acrescenta: “Já pensamos em algumas estratégias para melhorar o projeto. Mas, antes de redesenhá-lo, queremos saber o que a população quer saber sobre o território onde vive e como gostaria de ser informada sobre isso”.

As contribuições podem ser enviadas pelo Participe+ (https://participemais.prefeitura.sp.gov.br). Faça o login e envie as perguntas para a sua Subprefeitura após ler o relatório. Caso ainda não tenha uma conta, crie uma: https://youtu.be/sUQoimPODyY.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários