Petrópolis
TV Brasil
Petrópolis

Na noite deste domingo (20), o Corpo de Bombeiros confirmou que o número de mortos após as chuvas que devastaram a cidade de Petrópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro , chegou em 171 . Devido a essa atualização, a quantidade de óbitos registrados se igualou à do pior desastre que atingiu o município em 1988.

De acordo com a Defesa Civil, 171 pessoas também morreram naquele ano devido a uma tempestade que assolou a região e destruiu parcialmente a Cidade Imperial. 

Há 34 anos, o ocorrido deixou mais de 4 mil desabrigados, além de milhares de feridos, segundo o Plano de Contingência para Inundações da Defesa Civil de Petrópolis.

Depois de 1988 e 2022, os piores desastres no município foram registrados em 1979, com 87 mortes; em 1966, com 80 mortos; em 2011, com 73 mortes; em 2001, com 51 mortes; e em 2013, com 13 mortes.

Leia Também

Segundo os dados divulgados na noite de hoje, o registro de corpos identificados no Instituto Médico Legal (IML) passou de 124 para 139 , de acordo com a Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA). Ainda conforme a última atualização, os  desaparecidos caíram de 154 para 126 pessoas .

Além disso, o IML já recebeu 155 corpos, dos quais 96 são do sexo feminino e 59 do masculino. Do total, 29 são menores. Veja aqui a lista de nomes que já foram divulgados .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários