Theatro Municipal
Reprodução: commons
Theatro Municipal

No mês que celebra o Centenário da Semana de Arte Moderna de 1922, a Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, promove uma programação cultural especial voltada ao público infanto-juvenil nas bibliotecas municipais. As atividades trazem o Modernismo brasileiro de maneira lúdica e imersiva, destacando sua importância para as artes, capital e história do país. Além disso, o Theatro Municipal também apresenta uma série de eventos, com início nesta quinta-feira (10).

Theatro

O Theatro Municipal, palco da Semana de Arte Moderna de 1922, recebe programação especial, que conta com exposições, intervenções artísticas e apresentações temáticas do Coral Paulistano.

Entre os dias 10 e 17, o Theatro sedia uma semana de atividades com temática modernista. Na música, ocorrerão apresentações temáticas do Coral Paulistano, da Orquestra Experimental de Repertório, da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, a apresentação Esta Noite se Improvisa e a estreia de novo espetáculo do Balé da Cidade.

Além disso, haverá a Expedição Modernista, junto ao Coletivo Jornal das Miudezas e Coletivo Teatro Dodecafônico. A Expedição propõe um passeio pelo Centro da Cidade, com passagem pela Casa da Imagem, Biblioteca Mário de Andrade e pelo próprio Theatro Municipal, três equipamentos culturais, onde serão realizadas oficinas e outras atividades.

Crianças

As bibliotecas marcam forte presença nas atividades voltadas ao centenário da Semana de 22. Nesse sentido, se destaca a intervenção Trilhinha Modernista, do grupo Movimento Vem Brincar, voltada ao público de 0 a 6 anos, que é um mix de brincadeira, música e contação de histórias que passeia por figuras como Tarsila do Amaral e Fernando Pessoa, trazendo a importância do Modernismo nas artes, na literatura e na arquitetura. A Trilhinha Modernista acontecerá em cinco bibliotecas: Érico Veríssimo, José Mauro de Vasconcelos, Clarice Lispector, Monteiro Lobato e Álvaro Guerra.

As atividades não se limitam à discussão informacional, mas em levantar debates e analisar o movimento a partir de questões que pertencem ao nosso tempo, como diversidade, gênero e raça. É o caso do espetáculo Desenquadrando Tarsila, da Companhia As Clês. O grupo é conhecido por seu trabalho em contação de histórias infantil abordando a biografia de personalidades femininas. Em Desenquadrando Tarsila, a história da pintora Tarsila do Amaral é recontada de maneira aprofundada, mas divertida e rimada. O espetáculo pode ser assistido nas bibliotecas Afonso Schmidt, Marcos Rey, Amadeu Amaral e Ricardo Ramos.

Para quem gosta de música, terá Histórias Modernas, Semana de 22 O centenário, da Cia. Passarinho Contou, uma costura de histórias que envolve música autoral, poesia dos modernistas brasileiros e contação de histórias, trazendo, também, sua importância para a cidade de São Paulo, onde o movimento irrompeu. O evento conta com tradução para Libras e acontece nas bibliotecas Cora Coralina, Padre José de Anchieta, Prefeito Prestes Maia, Sérgio Buarque de Holanda e Alceu Amoroso Lima.

22+100

A programação do Centenário de 22, que recebe o nome de 22+100, terá 100 dias de duração, iniciados em 22 de janeiro, com as festividades para o aniversário da cidade de São Paulo, e que será finalizada em 1 de maio, conta com obras inéditas da nova edição do Museu de Arte de Rua (MAR), com previsão a partir de março. Novos endereços, em todos os cantos da cidade, recebem artes em diversos formatos, como graffiti, lambe-lambe e fotografia. As imagens terão como tema o modernismo. Entre elas, estão 22 obras, sendo releituras realizadas por artistas contemporâneos (índígenas, negros e brancos) em 22 espaços; além de intervenções com inspirações modernistas em praças na periferia e outras novas empenas na cidade.
São Paulo também ganha intervenção artística com 100 obras em diversos formatos temporárias, homenageando personagens modernistas ou “novos modernistas”. Essas esculturas serão instaladas por toda a capital, especialmente na periferia, e trarão figuras emblemáticas como Mário de Andrade, Tarsila do Amaral, Anita Malfatti e Oswald de Andrade. A previsão para o início é em abril.

A Vila Itororó, localizada no bairro do Bixiga, recebe a Saudosa Maloca Modernista, uma grande roda de samba com artistas clássicos e representantes da nova geração, em diversas apresentações. O termo “maloca”, que designa uma cabana comunitária indígena, ressalta o próprio espírito antropofágico do projeto, que une elementos da cultura italiana com as raízes culturais indígena e africana que marcam a história paulistana. A previsão de início é para o mês de março.

Entre as outras atividades propostas, estão a Semana de Arte Moderninha, com programação infantil; as Conversas com Modernistas nas Bibliotecas; e os Bailões Modernistas, com bailes que privilegiam a cultura negra e indígena, trazendo traços do afrofuturismo e do neoindigenismo.

O encerramento, no dia 1º de maio, deverá acontecer no Vale do Anhangabaú, com um show a ser anunciado em breve. Por conta da pandemia de Covid-19, essa programação pode sofrer alterações, de acordo com as recomendações da Secretaria Municipal de Saúde.

Confira a programação completa:

A programação do Theatro Municipal de São Paulo pode ser conferida clicando aqui. 

Programação nas bibliotecas
Primeira Infância
Trilhinha Modernista
Nome do grupo: Movimento Vem Brincar
Classificação indicativa: 0 a 6 anos
Duração: 90 min.
Formato da apresentação: Presencial

“Tudo vale a pena, se a alma não é pequena” e se a gente tem tempo para aprender brincando, fala aí criançada? Por isso, esperamos todos para nossa Trilhinha Modernista, onde poderemos conhecer Tarsila do Amaral, Fernando Pessoa e mais um monte de gente legal e importante. Quem Vem Brincar???

Na arquitetura:

O movimento foi conhecido por inovar, então que tal por meio de histórias que contam sobre cada uma dessas personalidades, cada um puder criar sua própria construção usando elementos da natureza?

Na literatura:

Quem vem nos divertir é Fernando Pessoa e suas múltiplas personas. Com a intenção de apresentar às crianças cada heterônimo de Fernando Pessoa, 4 contadores de histórias, com figurinos que representam cada uma das personalidades, vão trazer por meio das performances cada característica que este possui, introduzindo as crianças a riqueza do universo literário.

Dia 16 de fevereiro às 10h - Biblioteca Érico Veríssimo
Dia 17 de fevereiro às 10h - Biblioteca José Mauro de Vasconcelos
Dia 22 de fevereiro às 14h - Biblioteca Clarice Lispector
Dia 24 de fevereiro às 15h - Biblioteca Monteiro Lobato
Dia 26 de fevereiro às 11h - Biblioteca Álvaro Guerra

Contação de Histórias
Aconteceu às 19:22
Nome do grupo: Cia. Ruído Rosa
Classificação indicativa: 7 a 14 anos
Duração: 45 min.
Formato da apresentação: Presencial

A apresentação conta a história do livro Aconteceu às 19:22. Anita Malfatti, a pintora, está ansiosa para a Semana de Arte Moderna de 1922. Annita, uma criança que vive em 2022, está chateada pelo que aconteceu na sua escola. Cem anos separam as personagens, até que o relógio marca 19:22...

Essa é uma história que mistura fatos reais e inventados, para conversar com o público infantil sobre intolerância, reconhecimento e o espaço da mulher - e da menina - na arte, percebendo como, em cem anos, muita coisa mudou... mas ainda podemos mudar muito mais.

Dia 21 de fevereiro às 14h - Biblioteca Jamil Almansur Haddad
Dia 22 de fevereiro às 14h30 - Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes
Dia 24 de fevereiro às 10h - Biblioteca Raul Bopp
Dia 25 de fevereiro às 11h - Biblioteca Jovina Rocha Álvares Pessoa
Dia 26 de fevereiro às 11h - Biblioteca Narbal Fontes

Desenquadrando Tarsila
Nome do grupo: Cia. As Clês
Classificação indicativa: 7 a 14 anos
Duração: 40 min.
Formato da apresentação: Presencial

Nessa nova aventura, Farol e Abaporu, mais conhecidas como Clês, matam a saudade da criadora de uma delas: Tarsila do Amaral. Desenquadrando seus feitos na pintura e na política brasileira, trazem sua história para o público de maneira divertida e ritmada contando (quase) tudo (mas bastante) o que aconteceu com essa modernista.

Dia 16 de fevereiro às 14h30 - Biblioteca Afonso Schmidt
Dia 18 de fevereiro às 14h - Biblioteca Marcos Rey
Dia 22 de fevereiro às 14h30 - Biblioteca Amadeu Amaral
Dia 23 de fevereiro às 14h - Biblioteca Ricardo Ramos

Semana de 22 - Contando o Modernismo
Nome do grupo: Cia Mapinguary
Classificação indicativa: 7 a 14 anos
Duração: 60 min.
Formato da apresentação: Presencial

Para comemorar o centenário da Semana de Arte Moderna, a Cia. Mapinguary traz o espetáculo Semana de 22: contando o Modernismo. Os narradores contam a infância de modernistas como Anita Malfatti, Tarsila Amaral e Mário de Andrade, além de trazer poesias, músicas e curiosidades da Semana que transformou a arte brasileira. Para isso, utilizam, oralidade, Fantoches e o kamishibai.

Dia 16 de fevereiro às 14h30 - Biblioteca Cora Coralina
Dia 17 de fevereiro às 10h - Biblioteca Raul Bopp
Dia 18 de fevereiro às 16h - Biblioteca Álvaro Guerra
Dia de fevereiro de às 11h - Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes
Dia 21 de fevereiro às 15h - Biblioteca Viriato Corrêa
Dia 22 de fevereiro às 14h - Biblioteca Anne Frank
Dia 24 de fevereiro às 14h - Biblioteca Pedro Nava
Dia 25 de fevereiro às 14h - Biblioteca Cassiano Ricardo

Música
Histórias Modernas, Semana de 22 O centenário
Nome do grupo: Cia Passarinho Contou
Classificação indicativa: 7 a 14 anos
Duração: 45 min.
Formato da apresentação: Presencial
Acessibilidade: Libras

A Cia Passarinho Contou, construiu uma coleção de histórias para celebrar o centenário da semana de 22, com bastante música autoral, poesia dos modernistas brasileiros, junto de uma sessão de contação de histórias para celebrar esse marco da cultura brasileira, e paulista como protagonista.

Dia 22 de fevereiro às 14h - Biblioteca Cora Coralina
Dia 23 de fevereiro às 14h - Biblioteca Padre José de Anchieta
Dia 24 de fevereiro às 14h - Biblioteca Prefeito Prestes Maia
Dia 25 de fevereiro às 15h - Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda
Dia 26 de fevereiro às 14h - Biblioteca Alceu Amoroso Lima

Literatura

Leia Também

A modernista pernacoteca
Nome do grupo: Cia. Eureka
Classificação indicativa: 18 a 59 anos
Duração: 60 min.
Formato da apresentação: Presencial

Pernacoteca - é uma intervenção literária e teatral que convida as pessoas a conhecerem melhor o universo da literatura, com seus livros e seus autores. Neste novo projeto criado e desenvolvido pela Sendero Cultural juntamente com a Cia Eureka, nossa ‘Biblioteca sobre Pernas’ vai viajar para um momento de nossa história de pura ebulição social, onde artistas brasileiros movidos por uma necessidade de renovação propõem abandonar velhos conceitos em uma ruptura radical, em busca de algo novo, oposto ao que se via nas artes até então. Com uma forte manifestação em especial na poesia, A Modernista Pernacoteca apresenta trechos de autores como: Mario de Andrade, Manuel Bandeira, Oswald de Andrade, Menoti Del Picchia, Pagu e Cassiano Ricardo, além de abordar aspectos e características de outros artistas como; Anitta Mafalti, Tarsila do Amaral, Villa Lobos e outros.

Dia 16 de fevereiro às 10h - Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda
Dia 17 de fevereiro às 14h - Biblioteca Prefeito Prestes Maia
Dia 19 de fevereiro às 11h - Biblioteca Clarice Lispector
Dia 23 de fevereiro às 14h - Biblioteca Helena Silveira
Dia 24 de fevereiro às 14h - Biblioteca Mário Schenberg
Dia 25 de fevereiro às 10h30 - Biblioteca Roberto Santos
Dia 25 de fevereiro às 15h - Biblioteca Castro Alves

Contação de Histórias
Um Passeio pela Cidade de São Paulo
Nome do grupo: Tricotando Palavras
Classificação indicativa: 7 a 14 anos
Duração: 45 min.
Formato da apresentação: Presencial
Um trio de artistas, contadores de histórias, músicos e brincantes propõe a integração de cantigas e histórias, em uma apresentação livre para todos os públicos.

Dia 2 de fevereiro às 11h - Biblioteca Ricardo Ramos
Dia 3 de fevereiro às 15h - Biblioteca Paulo Sérgio Duarte Milliet
Dia 4 de fevereiro às 10h - Biblioteca Affonso Taunay

Histórias de Cidades e de Habitantes
Nome do grupo: Danilo Minharro
Classificação indicativa: 7 a 14 anos
Duração: 40 min.
Formato da apresentação: Presencial

O projeto Histórias de Cidade e de Habitantes busca colher e recontar histórias passadas no interior da metrópole, levando em conta as várias cidades que nela coexistem. A cidade rica e abundante, a cidade carente e abandonada, as cidades possíveis e imaginadas, a cidade que já foi um dia. Um eu lírico que circula pelas cidades da metrópole e testemunha suas facetas, suas transformações, num reunião de narrativas baseadas em contos literários de diversos autores, e algumas narrativas autorais cujo eixo é a vida na cidade, os conflitos e situações gerados no interior de seu cotidiano.

Dia 12 de fevereiro às 11:00 - Biblioteca Jamil Almansur Haddad
Dia 19 de fevereiro às 11:00 - Biblioteca Vinicius de Moraes

Além das... Lendas urbanas paulistanas
Nome do grupo: Giuseppina Burigo e Wellington Silva
Classificação indicativa: 15 a 17 anos
Duração: 45 min.
Formato da apresentação: Presencial
Em “Além das... – lendas urbanas paulistanas” Martha (Giuseppina Burigo), uma estudante de psicologia interessada no luto, seguiu a mulher dos velórios e ficou presa a dois fantasmas (Giancarlo Burigo e Wellington Silva) do Theatro Municipal de São Paulo que insistem em ser descuidados e deixarem rastros da sua existência. Em sua nova função no além ela deve cuidar para que os músicos fantasmas não deixem rastros da sua existência e conta outras histórias de fantasmas e lendas urbanas da cidade. Neste espetáculo narrativo teatral e musical a atriz e contadora de histórias Giuseppina Burigo (Martha, a mulher dos velórios) apresenta ao público algumas das lendas urbanas que compõem a cidade de São Paulo, como os fantasmas do Theatro Municipal, o Castelinho da Rua Apa, Edificio Joelma, a Loira do Banheiro e outras lendas urbanas coletadas.

Dia 2 de fevereiro às 10h - Biblioteca Amadeu Amaral
Dia 5 de fevereiro às 11h - Biblioteca Paulo Duarte

Música
Folias Brasileiras
Nome do grupo: Inimar dos Reis/Grupo Folias e Folguedos
Classificação indicativa: 7 a 14 anos
Duração: 60 min.
Formato da apresentação: Presencial

Folias Brasileiras leva ao público uma viagem ao imaginário popular com danças, músicas e brincadeiras do ciclo carnavalesco de várias regiões do Brasil. É um retrato cênico e musical dos elementos marcantes da riqueza desta festividade nacional.

Dia 4 de fevereiro às 10h - Biblioteca Pedro Nava
Dia 4 de fevereiro às 14h - Biblioteca José Mauro de Vasconcelos
Dia 5 de fevereiro às 14h - Biblioteca Menotti Del Picchia
Dia 11 de fevereiro às 14h - Biblioteca Adelpha Figueiredo
Dia 12 de fevereiro às 11h - Biblioteca Sylvia Orthof
Dia 16 de fevereiro às 10h - Biblioteca Thales Castanho de Andrade
Dia 18 de fevereiro às 15h - Biblioteca Hans Christian Andersen

Contos e brincadeiras urbanas
Nome do grupo: Cia. Malas Portam
Classificação indicativa: 7 a 14 anos
Duração: 60 min.
Formato da apresentação: Presencial

Nesse encontro musical, o público terá a oportunidade de relembrar diversas brincadeiras cantadas, contos, histórias e lendas urbanas da cidade de São Paulo, e também, as que se transformaram vindas de outros lugares. Além disso, é possível viajar por trava- línguas, parlendas, cantigas populares, e também histórias e músicas de autoria da Cia. Malas Portam.

Dia 8 de fevereiro às 10h - Biblioteca Lenyra Fraccaroli
Dia 9 de fevereiro às 14h30 - Biblioteca José Paulo Paes
Dia 11 de fevereiro às 14h - Biblioteca Anne Frank
Dia 12 de fevereiro às 11h - Biblioteca Camila Cerqueira César
Dia 14 de fevereiro às 15h - Biblioteca Gilberto Freyre
Dia 16 de fevereiro às 10h30 - Biblioteca Cassiano Ricardo
Dia 17 de fevereiro às 14h - Biblioteca Aureliano Leite
Dia 18 de fevereiro às 14h - Biblioteca Adelpha Figueiredo
Dia 19 de fevereiro às 11h - Biblioteca Sylvia Orthof
Dia 24 de fevereiro às 15h - Biblioteca Professor Arnaldo Magalhães Giácomo

Circo
Bartoloquices
Nome do grupo: Cia Lado B
Classificação indicativa: 7 a 14 anos
Duração: 60 min.
Formato da apresentação: Presencial

Bartoloquices é o espetáculo solo do Palhaço Bartolomeu, que mostra toda sua versatilidade através de um passeio pelos vários tipos de representações artísticas. Dentro do roteiro estão números de Poesia, Malabares e Dança do Ventre. Uma livre adaptação de Romeu e Julieta, alguns números de mágica/cartomagia e a narração do conto tradicional ‘O Rei que tinha orelhas de Burro’, contado através do ponto de vista do Bartô. Com esse trabalho ele traz sua desenvoltura em várias mod alidades. Para toda a família, com duração de 60 minutos e adaptável para todos os espaços.

Dia 2 de fevereiro às 10h - Biblioteca Helena Silveira
Dia 3 de fevereiro às 15h - Biblioteca Monteiro Lobato
Dia 5 de fevereiro às 14h - Biblioteca Alceu Amoroso Lima
Dia 9 de fevereiro às 16h - Biblioteca Jayme Cortez
Dia 11 de fevereiro às 15h - Biblioteca Viriato Corrêa
Dia 15 de fevereiro às 14h - Biblioteca Menotti Del Picchia
Dia 17 de fevereiro às 14h - Biblioteca Vicente Paulo Guimarães
Dia 19 de fevereiro às 14h - Biblioteca Raimundo de Menezes
Dia 24 de fevereiro às 10h - Biblioteca Marcos Rey

Carnaval
Música
Meu carnaval é assim
Nome do grupo: Cia ArtsCompany
Classificação indicativa: 7 a 14 anos
Duração: 40 min.
Formato da apresentação: Presencial

Nada mais é que uma grande brincadeira de ritmos que vai contagiar o público com a magia do carnaval Pernambucano. Em função disso, lançamos um olhar todo especial pra nossa Cultura Popular Brasileira e escolhemos o Nordeste pela tradição do FREVO, ritmo mundialmente conhecido, e a partir daí descobrimos um universo de ritmos.

A Intenção é que a história dos ritmos chegue até o público com o conteúdo agregado, não deixando de lado a brincadeira de roda, que é leve, divertida e lúdica. Provocar essa vontade de conhecer essa NOVA BRASILIDADE, que na verdade é a nossa origem.

Dia 16 de fevereiro às 14h - Biblioteca Álvares de Azevedo
Dia 17 de fevereiro às 10h - Biblioteca Jayme Cortez
Dia 18 de fevereiro às 14h - Biblioteca Narbal Fontes
Dia 19 de fevereiro às 11h - Biblioteca Nuto Sant’Anna
Dia 22 de fevereiro às 14h - Biblioteca Aureliano Leite
Dia 23 de fevereiro às 14h - Biblioteca Lenyra Fraccaroli
Dia 24 de fevereiro às 14h - Biblioteca Vicente Paulo Guimarães
Dia 25 de fevereiro às 14h - Biblioteca Affonso Taunay

Intervenção Artística
Carnaval Dell’Arte
Nome do grupo: Cia. do Liquidificador
Classificação indicativa: 7 a 14 anos
Duração: 60 min.
Formato da apresentação: Presencial

Pierrot, Arlequim e Colombina, personagens populares do carnaval, apresentam para o público diferentes visões do carnaval: Arlequim sempre alegre canta as marchinhas mais populares, enquanto Pierrot declara seu amor e seus desamores com poemas para Colombina, que retribui com contos. O trio é acompanhado pelo músico Coviello e sua banda de Zannis que animam ainda mais a festa.

Dia 19 de fevereiro às 11h - Biblioteca Gilberto Freyre
Dia 22 de fevereiro às 14h - Biblioteca Brito Broca
Dia 23 de fevereiro às 10h - Biblioteca Álvares de Azevedo
Dia 24 de fevereiro às 14h30 - Biblioteca Afonso Schmidt
Dia 25 de fevereiro às 14h - Biblioteca Camila Cerqueira César

Bloquinho do casulo - cantigas de carnaval
Nome do grupo: O casulo viajante
Classificação indicativa: 0 a 6 anos
Duração: 50 min.
Formato da apresentação: Presencial
Cantigas de roda em ritmos de samba e marchinha, pequenas histórias fantásticas, adereços e fantasias, convidam os pequenos para entrar na roda, cantar, dançar e botar o pezinho bem juntinho com o meu. Seja no Itororó ou na Casa do Juquinha, o que importa é brincar o carnaval e dar uma requebradinha!

Dia 16 de fevereiro às 10h - Biblioteca Padre José de Anchieta
Dia 17 de fevereiro às 10h - Biblioteca Professor Arnaldo Magalhães Giácomo
Dia 17 de fevereiro às 15h - Biblioteca Jovina Rocha Álvares Pessoa
Dia 18 de fevereiro às 10h - Biblioteca Castro Alves
Dia 18 de fevereiro às 14h - Biblioteca Roberto Santos
Dia 22 de fevereiro às 14h - Biblioteca Malba Tahan
Dia 23 de fevereiro às 10h - Biblioteca Nuto Sant’Anna
Dia 23 de fevereiro às 15h - Biblioteca Mário Schenberg
Dia 24 de fevereiro às 15h - Biblioteca José Paulo Paes
Dia 25 de fevereiro às 15h - Biblioteca Paulo Duarte

Caravana EUÊ, EUÊ, EUÊ CARRANCA KARITÉ

Nome do grupo: Deixa ela tocar / Ilê aláfia
Classificação indicativa: 7 a 14 anos
Duração: 120 min.
Formato da apresentação: Presencial

CARAVANA EUÊ, EUÊ,EUÊ CARRANCA KARITÉ A Caravana Carranca Karité é um intercâmbio de artistas que fazem parte de coletividades de mulheres e afro brasileiras como Ilê Aláfia e Coletiva Deixa ela tocar. Produzido por Ariane Neves em parceria com Funani produções, que convida o público a conhecer , produzir e brincar com as mascaras inspiradas nas histórias afroamerindias das Carrancas. A proposta é nesse carnaval brincar, dançar e ouvir histórias que permeiam o imaginário da população brasileira, vamos oportunizar às crianças e seus familiares momentos divertidos e interativos com construção de máscaras que fazem alusão às carrancas que espantam o “mau olhado”. E a farra estará completa com Danuza Novaes trazendo composições carnavalescas.

Dia 16 de fevereiro às 14h - Biblioteca Brito Broca
Dia 23 de fevereiro às 14h - Biblioteca Érico Veríssimo
Dia 24 de fevereiro às 14h - Biblioteca Thales Castanho de Andrade

Passarinhada de Carnaval
Nome do grupo: Cia. Clementine
Classificação indicativa: 7 a 14 anos
Duração: 60 min.
Formato da apresentação: Presencial

Os pássaros são alvos de inspiração de diversos artistas. Seja na música, na literatura ou nas artes plásticas, as aves inspiram pela sua capacidade de voar, pelas suas cores e seu canto contagiante. A Cia. Clementine criou uma intervenção musical onde estes seres voadores irão contar, cantar e brincar temas de Carnaval.

Um ator acompanhado de uma mini banda passarinhal irá propor brincadeiras, jogos de palavras e canções. Das clássicas músicas desta época festiva até as que passam pelo repertório deste seres alados, tudo vira festa, folia e diversão. Eles estarão sobrevoando esta nossa celebração. Vamos voar?

Dia 17 de fevereiro às 11h - Biblioteca Paulo Duarte
Dia 17 de fevereiro às 14h - Biblioteca Malba Tahan
Dia 19 de fevereiro às 11h - Biblioteca Paulo Sérgio Duarte Milliet
Dia 19 de fevereiro às 15h - Biblioteca Hans Christian Andersen
Dia 22 de fevereiro às 10h - Biblioteca Raimundo de Menezes
Dia 22 de fevereiro às 14h30 - Biblioteca Vinicius de Moraes

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários