Dr. Jairinho e Monique Medeiros, padrasto e mãe acusados de matar o menino Henry Borel
Reprodução/ Tv Record
Dr. Jairinho e Monique Medeiros, padrasto e mãe acusados de matar o menino Henry Borel

A juíza Elizabeth Machado Louro, titular do II Tribunal do Júri, avalia como “bem sucedida” a primeira fase de instrução e julgamento do processo em que Monique Medeiros da Costa e Silva e seu ex-namorado, Jairo Souza Santos Júnior, o Jairinho, são réus pela morte de Henry Borel Medeiros. O casal está preso preventivamente desde 8 de abril e respondem por tortura, homicídio triplamente qualificados, além da fraude processual e coação no curso do processo. A partir das 9h30 dessa quarta-feira, a professora e o médico e ex-vereador terão a primeira oportunidade de serem ouvidos em juízo - eles prestaram depoimento na 16ª DP (Barra da Tijuca) em 17 de março do ano passado, quando alegaram que o menino foi vítima de um acidente doméstico e negaram que tivessem cometido esses crimes.

"Constato, ao final da instrução na primeira fase, que foi bem sucedido o esforço do juízo para conciliar a plenitude de defesa com o princípio da razoável duração do processo, já que não se passou nem um ano do ocorrido, ao que se deve acrescer a complexidade do feito", disse Elizabeth, ao Globo.

Para o promotor Fábio Vieira, é provável que, durante o interrogatório de hoje, o ex-casal não colabore com o esclarecimento dos fatos. Em outubro do ano passado, ele alterou a motivação do crime na denúncia do Ministério Público, alegando que Jairinho agiu por sadismo, sendo a morte de Henry um ato para satisfazer o seu próprio prazer, e Monique via vantagem financeira no namoro "em detrimento da saúde física e mental do seu filho".

Leia Também

"Me causaria espanto se algum dos dois efetivamente quiser narrar o que aconteceu na madrugada de 8 de março. A meu ver, caso eles decidam falar, irão continuar por alegar teses que os beneficiam e os isentam de responsabilidade penal", opinou.

Jairinho e Monique estão presos preventivamente, desde 8 de abril, e respondem pelos crimes de tortura e homicídio triplamente qualificados contra Henry, além da fraude processual, coação no curso do processo e falsidade ideológica.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários