Bolsonaro, a esposa Michelle e a filha Laura
Reprodução
Bolsonaro, a esposa Michelle e a filha Laura

A Casa Civil da presidência da República admitiu que sete parentes da primeira-dama Michelle Bolsonaro foram levados para um passeio em São Paulo por um avião da FAB. As informações são do jornalista Ricardo Noblat.

O fato ocorreu em agosto e, em um primeiro momento, a ministra Damares Alves, da Mulher, Família e Direitos Humanos, afirmou que se tratavam de voluntários do programa Pátria Voluntária, cujo Conselho é presidido por Michelle, porém, a justificativa foi desmentida.

A ministra, aliás, foi quem requisitou o jatinho da FAB que a levou à capital paulista na companhia de Michelle e dos seus parentes. Na oportunidade, após um compromisso oficial, as duas aproveitaram a noite.

Vale lembrar que um decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro em 2020 estabeleceu o uso de aviões da FAB somente por autoridades que viajassem a serviço, "exceto em caso de emergência médica ou segurança”. 

Diante do fato, duas investigações sobre o episódio, uma do Tribunal de Contas da União e outra do Ministério Público Federal, foram abertas. Porém, estão estagnadas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários