Registro do estrago provocado pelas chuvas em Porto Seguro, em dezembro de 2021
Isac Nóbrega/ PR
Registro do estrago provocado pelas chuvas em Porto Seguro, em dezembro de 2021


As fortes chuvas que atingiram a Bahia nos últimos dias provocaram mais duas mortes. Agora são 14 o número de vidas perdidas, segundo o governo do estado.


Um levantamento feito pela gestão com base em informações disponibilizadas pelas prefeituras indicam que ainda há 4.453 pessoas desabrigadas e 15.483 desalojadas. Por outro lado, a Superintendência de Proteção e Defesa Civil do Estado (Sudec) ressalta que esses números já apresentam queda no quadro de pessoas fora de suas casas.

Em meio a isso, o superintendente do órgão, Cel BM Miguel Filho, ressaltou que “continuarão a ocorrer mudanças significativas nos dados, uma vez que o Governo do Estado está trabalhando diariamente para restabelecer o cenário e trazer a normalidade para a população, especialmente para as famílias mais afetadas”.

Uma equipe composta por servidores da Sudec, com apoio da Assistência Social de Itamaraju, foi montada no Gabinete Avançado do Governo do Estado, para coletar essas informações diariamente junto aos municípios.  


Além disso, o retorno das pessoas para suas casas ocasionou a diminuição no número de abrigos. O município de Itamaraju contava com nove unidades em sua sede. Atualmente, apenas uma está em funcionamento. Já em Jucuruçu, ainda funcionam dois dos cinco abrigos anteriormente montados.


Emissão de alertas

A fim de alertar a população sobre a ocorrência de fortes chuvas, a Defesa Civil da Bahia começou a disparar, neste sábado (18), mensagens através de SMS com informações, dicas e orientações referentes ao fenômeno. O serviço é gratuito e dá a essas pessoas a oportunidade de tomar as providências necessárias e deixar as áreas de risco a tempo. Interessados em receber os alertas devem enviar um SMS com o CEP do local onde moram para o número 40199.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários