Vacina
Governo do Estado de São Paulo
Vacina

Francisco Heral Cortez Júnior, de 38 anos, foi surpreendido ao tentar se vacinar contra a Covid-19 na última quarta-feira (24). Ao entregar seus documentos em um posto de saúde em Corumbá, cidade do Mato Grosso do Sul, ele foi informado que seu cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) estava cancelado por motivo de óbito. 

Em seu perfil nas redes sociais, Francisco relatou o caso: "Que fase! Fui vacinar, cancelaram meu cartão do SUS! Porque estou morto!". Ele deduziu que o equívico aconteceu devido ao falecimento de seu pai, que tinha o mesmo nome que ele. 

"Meu pai faleceu dois dias depois que tomei a primeira dose da Pfizer. Ele foi a óbito após complicações da covid, ficou mais de 50 dias internado. A única explicação para o que aconteceu no drive, seria essa, pelo fato de a gente ter o mesmo nome, com a diferença do ‘Júnior’", explicou em entrevista ao Diário Corumbaense. 

Após a publicação, Francisco disse que recebeu uma ligação da Secretaria Municipal de Saúde avisando que seus dados tinham sido atualizados e que ele poderia se dirigir ao posto para se vacinar.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários