Jair Bolsonaro
O Antagonista
Jair Bolsonaro

Dados divulgados pela pesquisa Datafolha nesta quinta-feira (16), mostram o pior índice de reprovação do governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Chegando a 53%, a avaliação do presidente é reflexo dos atos do  dia 7 de setembro e a nota publicada dias depois, alegando que não teria proferido discursos de ataque aos Poderes

Bolsonaro é avaliado como como bom ou ótimo por 22% dos participantes. A pesquisa anteiror, publicada em julho, apresentava um índice 24%. O Datafolha registrou um aumento expressivo de rejeição ao presidente, há dois meses sua reprovação atingia os 51%. 

A pesquisa também mostrou um crescimento significativo de rejeição entre as pessoas que recebem de 5 a 10 salários mínimos e pessoas com mais de 60 anos, com um indíce de 50% e 51% respectivamente. 

Entre os mais ricos, os índices de avaliação do presidente são positivos. Em julho, Bolsonaro tinha 46% de reprovação entre esses grupos. Hoje, seu índice fica em 38%. Entre eles, 36% o consideram ótimo e bom.

No grupo dos evangélicos, os resultados são desfavoráveis, sua avaliação negativa já subiu 11 pontos desde janeiro. Ficando com uma reprovação de 41% e 29% de aprovação. 

A pesquisa foi realizada entre nos 13 a 15 de setembro e 3.667 pessoas com mais de 16 anos, em 190 municípios de todo o país. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais e para menos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários