Padre do DF é acusado de estupro pela oitava vítima:
Reprodução
Padre do DF é acusado de estupro pela oitava vítima: "Tentou me masturbar"

Delson Zacarias dos Santos, padre que atuava no Distrito Federal e que foi afastado após ser acusado de estupro de vulnerável , foi incriminado novamente. Esta é a oitava acusação contra o sacerdote e a vítima - seu ex-secretário - conta que o religioso pediu para masturbá-lo. As informações são do portal Metropóles.

"Um dia eu subi para a casa paroquial, ele estava comendo e depois sentou na sala para assistir televisão, estava tudo escuro", descreve a vítima. "Ele perguntou se eu achava que conseguiria satisfazer uma mulher e se eu me masturbava, aí eu falei que sim para os dois".

Na ocasião, o rapaz tinha 18 anos. A vítima alega que o ocorrido aconteceu entre 2014 e 2015, na paróquia São Mateus, em Sobradinho. Após o início do assunto, Delson convenceu o rapaz a abaixar as calças e tentou masturbá-lo.

"Não fiquei excitado. Ele parou e agiu como se nada tivesse acontecido. Fiquei quieto, incrédulo, atônito e sem acreditar no que estava acontecendo", relata o rapaz.

As outras acusações sobre o padre afirmam que ele abusou de um servidor público quando a vítima possuía entre 14 e 15 anos - hoje, possui 31 anos. O sacerdote teria oferecido "doce de banana" para atrair os coroinhas.


A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) estão responsabilizadas de prosseguir nas investigações do caso. Desde 2014, Delson foi removido de suas funções religiosas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários