Lula critica Bolsonaro em fala sobre 7 de setembro:
Reprodução/redes sociais
Lula critica Bolsonaro em fala sobre 7 de setembro: "Estimula ódio e violência"

Através de um vídeo publicado nas suas redes sociais, o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT) emitiu um 'pronunciamento' neste feriado de independência do Brasil. Em sua fala, o petista atacou o  atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e sugeriu ao mandatário que entregue um plano para geração de empregos e redução dos preços dos alimentos e dos combustíveis.

De acordo com o petista, "o brasileiro está sentindo na pele a destruição do país".

"Ao invés de somar, estimula a divisão, o ódio e a violência. Porque este é o papel de um Presidente da República: manter acesa a confiança no presente e no futuro, mostrar que é possível superar os obstáculos. Um presidente tem de saber somar forças e governar com esse sentimento permanente, porque é dele que vem o exemplo para o país", opinou o ex-presidente.

Lula ainda criticou a condução econômica do governo federal e pediu À Petrobras "voltar a vender gasolina pelo custo real e não mais pelo preço do dólar, porque foi essa política errada que fez disparar o preço dos combustíveis".


O petista finalizou sua fala ao apontar que a "fome, a pobreza, o desemprego e a desigualdade não são mandamentos divinos", mas "resultados de erros que nós podemos e devemos corrigir para mudar essa situação. Mudar com coragem, com confiança na nossa gente e com democracia sempre. Eu sei que a vida nunca foi tão dura para a imensa maioria do nosso povo, mas eu aprendi a acreditar sempre na força dos brasileiros e das brasileiras".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários