Cristiane e Leonardo desapareceram no domingo, 22
Reprodução
Cristiane e Leonardo desapareceram no domingo, 22

A  166ª Delegacia de Polícia (Angra dos Reis) do Rio de Janeiro obteve imagens de câmera de segurança da área externa da casa em que estavam Leonardo Machado de Andrade, de 50 anos, e Cristiane Nogueira da Silva, de 48. Ambos desapareceram no mar de Angra dos Reis no dia 22 de agosto. As gravações mostram o momento em que o casal deixa a casa. Veja abaixo.

O casal passava o fim de semana na casa de Leonardo e saiu na tarde do domingo para um passeio de barco no qual veriam o pôr do sol numa ilha próxima. A gravação mostra Leonardo deixando o imóvel primeiro e Cristiane em seguida, após trancar a porta. Os dois caminharam em direção ao mar para o embarque.

Na última segunda-feira, 30, a perífica confirmou que um corpo encontrado na Marambaia era de Cristiane, depois de ter ficado desaparecida por mais de uma semana. O barco e Leonardo ainda não foram encontrados. A polícia continua fazendo as buscas e tentando elucidar o caso.

Na terça-feira, 31, os bombeiros fizeram uma varredura na Baía da Ilha Grande, Sepetiba e por toda a Costa Verde e ilhas próximas, mas não obtiveram sucesso. O delegado  Vilson de Almeida Silva, da 166ª DP (Angra dos Reis)  informou que o trabalho de buscas terá prosseguimento nesta quarta-feira.

Você viu?

"As investigações continuam. Encontramos a Cristiane, mas temos de encontrar Leonaro e o barco. As buscas prosseguem e vamos continuar investigando até conseguir resolver esse caso e definir o que aconteceu realmente com o casal", disse o delegado na manhã desta terça.

O caso ainda está envolto em mistério. O delegado espera localizar Leonardo ou mesmo a embarcação para entender o que aconteceu com os dois. O casal foi visto pela última vez, na tarde de domingo, dia 22, ao sair em um barco para ver o pôr do sol do mar, na Lagoa Verde, em Ilha Grande.

Uma janela compatível com a da embarcação também foi localizada. Ela estava boiando e foi encontrada por um pescador, aumentando ainda o mistério.

Como a perícia não encontrou sinais de violênca no corpo de Cristiane, a Polícia Civil suspeita que o barco onde estava o casal desaparecido em Angra dos Reis tenha tenha afundado. De acordo com o delegado, a localização do barco será fundamental para esclarecer o caso: "Enquanto não encontrarmos o barco, não descartamos nada. Mas há indícios de naufrágio".

O corpo de Cristiane vai ser cremado. A família da corretora de imóveis está cuidando dos procedimentos burocráticos para somente depois disso decidir quando e onde será realizada a cerimônia. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários