Ex-deputada encontrava-se no Instituto Penal Santo Expedito e continuará no complexo de Bangu, no Rio de Janeiro
Reprodução
Ex-deputada encontrava-se no Instituto Penal Santo Expedito e continuará no complexo de Bangu, no Rio de Janeiro

A ex-deputada federal Flordelis dos Santos foi transferida ontem (18) para o presídio Talavera Bruce, no Complexo Penitenciário de Bangu, na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro . Ela estava no Instituto Penal Santo Expedito, no mesmo complexo, mas teve sua transferência determinada pela Justiça.

Flordelis foi presa preventivamente por decisão do juízo da 3ª Vara Criminal de Niterói, na última sexta-feira (13), no Grande Rio, suspeita de participar do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019.

A prisão veio depois da cassação do mandato de Flordelis pela Câmara dos Deputados, na semana passada. Além de decidir pela transferência da ex-deputada, a Justiça proibiu que a ex-parlamentar tenha contato com outros réus do processo.

Você viu?

Flordelis é acusada da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo, morto a tiros em junho de 2019, e responderá por homicídio triplamente qualificado – motivo torpe, emprego de meio cruel e de recurso que impossibilitou a defesa da vítima –, tentativa de homicídio, uso de documento falso e associação criminosa armada. Mais dez réus respondem pelo assassinato. Rayane, neta da ex-deputada, também acusada de participação no crime, está presa na Unidade Santo Expedito.


Flordelis teve a prisão preventiva decretada pela Justiça na última sexta-feira (13). A decisão foi tomada pela juíza Nearis, que acatou pedido do Ministério Público estadual (MP).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários