Casal morre asfixiado dentro de motorhome em Gramado, diz delegado
Reprodução
Casal morre asfixiado dentro de motorhome em Gramado, diz delegado

Sonia Oliveira e o marido Ricardo Abreu foram encontrados mortos na terça-feira (3) em um motorhome (trailer) em Gramado, RS. De acordo com o delegado que cuida do caso, Gustavo Barcellos, a investigação preliminar indica que os dois morreram por asfixia e intoxicação por monóxido de carbono. As informações são do UOL .

O casal viajou a um camping no sábado (31), onde ficariam até segunda-feira (2). Como não retornaram até o dia 3, a família acionou a polícia, que chegou ao local e encontrou os dois mortos. Os oficiais precisaram arrombar a porta do veículo para encontrarem os corpos.

"Provavelmente eles estavam dormindo, não perceberam que o gás entrou no motorhome. Ao que indica a cena do fato, ele morreu dormindo mesmo. Ela ainda teria tentado tentou reagir, mas caiu no corredor do veículo. A perícia de engenharia mecânica constatou defeitos no aquecedor da água, o que levou a essa combustão errada, gerando o monóxido de carbono", diz Barcellos.

O delegado descartou a suspeita de homicídio, uma vez que não há sinais de violência ou crime patronal. As investigações agora apuram quem foi o responsável por montar o veículo.

Sonia era filha do ex-prefeito e ex-deputado estadual Dorival de Oliveira. O casal deixa dois filhos e um neto.

"Uma das figuras públicas mais queridas de Gravataí, com dezenas de anos de atuação na política", lamentou a prefeitura de Gravataí em  comunicado.

O prefeito Luiz Zaffalon (MDB) decretou luto oficial de três dias e suspendeu as aulas de ontem.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários