Presidente do TSE, Luís Roberto Barroso
Roque de Sá/Agência Senado
Presidente do TSE, Luís Roberto Barroso


O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, aproveitou a reabertura do segundo semestre forense de 2021 para responder os ataques feitos pelo presidente Jair Bolsonaro, durante uma live realizada na última quinta-feira (29/07).

No seu discurso na noite desta segunda-feira (02), Barroso disse que as repetidas referências de Bolsonaro à sua pessoa não "são justificadas" e não merecem atenção. No entanto, mesmo assim, ele fez questão de defender a confiabilidade das urnas eletrônicas e criticou o conteúdo da live feita pelo presidente da República na última semana. "Amadorístico", classificou o presidente do TSE.

Você viu?

Sem citar nomes de políticos, Barroso também falou sobre países que, segundo ele, vivem em sistemas ditatoriais - mesmo com líderes eleitos pelo povo.


Ele prosseguiu elogiando o trabalho da imprensa e de "agências checadoras de informações", bem como citou uma nota assinada por diversas autoridades, na qual elas defendem o atual modelo de eleições no Brasil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários