Imagens filmadas por drones podem ser usadas em ação criminal
Reprodução/Detran RJ
Imagens filmadas por drones podem ser usadas em ação criminal

Com o objetivo de coibir motoristas que realizam os conhecidos 'pegas', disputas sobre quem corre mais com o carro, colocando em risco a vida de outros condutores e pedestres, o Detran do Rio de Janeiro realizou uma operação na última quinta-feira (15) com o uso de drones .

A fiscalização aconteceu na Avenida das Américas, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, e contou com apoio de aparelhos disponibilizados pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI-RJ), do governo estadual.

Leia também : Quatro pessoas são presas em Itatiaia por tráfico de animais silvestres

"O Detran está intensificando blitzes contra essas corridas ilegais. Os drones ajudam a detectar a infração com mais clareza e já a uma certa distância do local da operação", disse o presidente do Detran.RJ, Adolfo Konder.

Você viu?

Participar de ' pegas ' é crime de trânsito. Se os agentes identificarem veículos participando de corridas em vias públicas, os motoristas flagrados podem ser conduzidos à delegacia para autuação. As imagens gravadas pelos drones, nessas ações pontuais, ainda podem ser usadas para comprovar a prática criminosa.

A ação dessa semana foi a terceira desse tipo organizada pelo Departamento de Trânsito, com o apoio da Secretaria Municipal de Ordem Pública do Rio de Janeiro. Desde maio, o Detran-RJ intensificou as fiscalizações a corridas ilegais e também a motos que circulam com o sistema de escapamento adulterado, causando barulho excessivo.

Números da Ação

Os agentes abordaram 86 condutores e fizeram 75 autuações por irregularidades. Ao todo, 60 veículos foram multados, sendo que dois deles foram rebocados pelos péssimos estados de conservação e por oferecerem risco à segurança viária.


De acordo com a lei estadual, os demais condutores autuados receberam 30 dias para regularizar a situação de seus veículos e comprovar que os problemas foram sanados. Após este prazo, as infrações serão registradas no sistema e os veículos estarão proibidos de circular.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários