Jairinho é um dos suspeitos pela morte do menino Henry Borel, de 04 anos
Renan Olaz/CMRJ
Jairinho é um dos suspeitos pela morte do menino Henry Borel, de 04 anos

A Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro, através do seu Conselho de Ética, vota nesta segunda-feira (28) a  cassação do mandato de Dr. Jairinho - preso e cusado de ter participado do assassinato de Henry Borel, de 04 anos de idade. As informações são do portal G1.

"Não restou alternativa a esta Casa de Leis senão a instauração do presente procedimento com vistas a apurar o cometimento de ato incompatível com o decoro parlamentar pelo Senhor Vereador Jairo José Santos Junior – Dr. Jairinho", atesta o relatório de Luiz Ramos Filho (PMN).

O mandato de Jairinho será cassado caso a maioria do Conselho de Ética vote pela aprovação do processo. Para isso, é necessária uma maioria absoluta dos sete representantes. O relator do processo, inclusive, votou pela cassação do mandato de Jairinho.

"Não se pode negar que estes acontecimentos relatados à autoridade policial pelo Sr. Pablo causam estranheza e denotam intenção do representado de evitar a atuação do Instituto Médico Legal no esclarecimento dos motivos que levaram à morte da criança", alega Ramos Filho.


Caso seja cassado, o ato oficial da Comissão deve ser publicado na próxima terça-feira (29). Com isso, a votação segue para plenário da Câmara na quarta (30). É necessária a maioria absoluta para aprovação da cassação do mandato - ou seja, no plenário, 34 votos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários